Australiana é presa acusada de fingir câncer para ganhar dinheiro

Publicado em 20 de outubro de 2018, em Notícias do Mundo

As suspeitas surgiram após pessoas comuns terem “identificado algumas coisas estranhas com a história”, o que levou a uma investigação.

&nbspAustraliana é presa acusada de fingir câncer para ganhar dinheiro
Lucy Wieland usou a mídia social para documentar uma jornada fraudulenta de tratamento para câncer no ovário (imagem ilustrativa)

Uma mulher na Austrália foi acusada de ganhar 55 mil dólares australianos de um site de arrecadação de fundos após um diagnóstico de câncer falso.

Publicidade

Lucy Wieland, de 27 anos, usou a mídia social para documentar uma jornada fraudulenta de tratamento para câncer no ovário, soube um tribunal em Townsville, em Queensland.

Wieland fez uma conta no GoFundMe para pedir ajuda financeira em um abuso da confiança pública, disse a polícia.

Ela foi presa após um alerta de uma pessoa comum, frisaram.

Imagens postadas em seu perfil no Instagram no início deste ano incluem fotos de Wieland usando o que parece ser equipamento médico, como máscaras de oxigênio e apoio para caminhar.

&nbspAustraliana é presa acusada de fingir câncer para ganhar dinheiro

Em outras, parece que ela está recebendo tratamento com medicamento intravenoso ou tendo seu cabelo cortado, junto com legendas que documentam seus sentimentos.

“A exaustão está se tornando um problema”, diz um post. “Como sempre sou grata pelo apoio de todos”, diz outro.

&nbspAustraliana é presa acusada de fingir câncer para ganhar dinheiro

Não está claro se seu parceiro, que aparece em algumas fotos, tinha consciência sobre a suposta fraude, ou se Wieland estava sofrendo de outras condições médicas.

O Inspetor Detetive da Polícia de Queensland, Chris Lawson, disse aos repórteres fora do tribunal na quinta-feira (18) que o caso era “deprimente”.

“As vítimas reais aqui são pessoas da comunidade que ouviram as histórias, tentaram auxiliar”, disse ele.

Ele disse que as suspeitas surgiram após pessoas comuns terem “identificado algumas coisas estranhas com a história”, o que levou a uma investigação, divulgou a ABC News.

Wieland saiu sob fiança, mas teve que entregar seu passaporte. Ele deverá aparecer no tribunal novamente em dezembro, frisou a ABC.

Posteriormente, o GoFundMe disse em uma declaração que estava acompanhando a investigação.

“Neste caso, a campanha foi relatada à nossa equipe, o usuário banido e todos os doadores serão reembolsados”, disse a declaração.

Fonte: BBC
Imagens: Instagram


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - aprenda japonês de forma prática!