EUA aprovam primeira pílula digital rastreável

Publicado em 15 de novembro de 2017, em Notícias do Mundo

Os EUA aprovaram um novo tipo de medicamento com um sensor que alerta quando ele foi tomado, em uma nova maneira de monitorar pacientes.

&nbspEUA aprovam primeira pílula digital rastreável
Os EUA aprovaram um novo tipo de medicamento com um sensor que alerta quando ele foi tomado, em uma nova maneira de monitorar pacientes (Reuters)

Um sistema de medicação psiquiátrica na forma de pílula com um dispositivo digital de rastreamento ganhou aprovação da FDA – Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA na segunda-feira (13).

A Abilify MyCite, uma forma de aririrprazol (medicamento antipsicótico) e um produto inédito, tem um sensor ingestível embutido que registra quando o medicamento é tomado. Fabricado pela Otsuka Pharamaceutical Co. com sede no Japão, o propósito do sistema de medicamento é tratar a esquizofrenia, desordem bipolar I e depressão em adultos.

O Abilify sem a tecnologia de sensor foi aprovada pela primeira vez para tratar a esquizofrenia em 2002. A esquizofrenia, uma desordem psicótica, inclui sintomas de desilusão e alucinações. Pacientes bipolares podem apresentar episódios alternados de euforia e depressão, uma tristeza persistente.

Embora a ideia por trás do Abilify MyCite é melhorar a obediência do paciente em relação aos medicamentos, o FDA observou que isso não foi provado.

&nbspEUA aprovam primeira pílula digital rastreável
O medicamento Abilify MyCite (Otsuka America Pharmaceutical, Inc. via AP)

Medicamento digital

O sistema Abilify MyCite envia uma mensagem do sensor da pílula, o qual a empresa se refere como um “marcador de evento ingestível”, a um adesivo aderido à pele do paciente.

O sensor tem o “tamanho de um grão de areia e é feito com ingredientes encontrados em alimentos”, de acordo com a Otsuka. Ao entrar em contato com fluidos no estômago, o sensor é ativado e comunica isso ao adesivo MyCite. Então, o sensor é digerido e eliminado do corpo.

Enquanto isso, o adesivo detecta e registra os dados e horário quando a pílula foi detectada no estômago, além de dados psicológicos, como o nível de atividade do paciente. O adesivo comunica tudo isso ao app MyCite em um dispositivo móvel compatível, como um smartphone.

O adesivo vestível foi desenvolvido pela Proteus Digital Health com sede na Califórnia.

A Otsuka disse que lançará o produto em uma implementação limitada. Um número seleto de planos de saúde e provedoras vão identificar um número limitado de pacientes apropriados. A Otsuka espera receber um feedback desses pacientes enquanto eles usam o sistema diariamente e então melhorar o produto.

Fonte: CNN
Imagem: Reuters, Mainichi

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão by Fujiarte
Waysu - Empregos com segurança!