Supertufão Mangkhut se aproxima das Filipinas

Publicado em 14 de setembro de 2018, em Ásia

A massiva tempestade é equivalente a um furacão de categoria 5 que em seu pico na quarta-feira (12) se tornou a mais forte de 2018 com ventos de até 285Km/h.

&nbspSupertufão Mangkhut se aproxima das Filipinas
Imagens do furacão Florence, à esquerda, e o supertufão Mangkhut, à direita (CNN)

Mais de 4 milhões de pessoas nas Filipinas estão na trajetória dos ventos destrutivos do supertufão Mangkhut.

Publicidade

A massiva tempestade é equivalente a um furacão de categoria 5 que em seu pico na quarta-feira (12) se tornou a mais forte de 2018 com ventos de até 285Km/h.

Países no leste e sudeste da Ásia estão emitindo alertas de emergência e ordenando evacuações enquanto o Mangkhut e um segundo tufão, o Barijat, atingem a região.

Na quinta-feira (13), cerca de 12.000 pessoas foram evacuadas de partes baixas da província de Guangdong na China e o transporte marítimo interrompido antes da chegada do tufão Barijat, de acordo com a mídia estatal.

O Mangkhut, mais forte que o furacão Florence, que atualmente está afetando a costa leste dos EUA, poderá tocar o solo de Luzon no sábado (15).


“Mangkhut é uma tempestade maior, mais forte e perigosa” que o furacão Florence, disse o meteorologista da CNN Brandon Miller.

Contudo, ele frisou que a extensão de destruição causada por um furacão ou tufão depende do que ele atingir, e a costa leste dos EUA é “muito mais povoada com mais infraestrutura que pode ser danificada”.

O Mangkhut já passou por Guam e as Ilhas Marshall no Pacífico, causando inundação e queda de energia generalizada, com partes de Guam ainda sem eletricidade na manhã de quinta-feira.

Dezesseis províncias até Luzon e as Ilhas Visayas emitiram alertas de ciclone tropical para o Mangkhut – conhecido localmente como Ompong – com o nível de ameaça podendo aumentar, de acordo com a Administração Filipina de Serviços Atmosféricos, Geofísicos e Astronômicos.

Atualmente, o Mangkhut está no caminho de ser tão forte quanto o supertufão Haiyan, que deixou mais de 6.000 mortos nas Filipinas em 2013, embora essa tempestade tenha atingido uma área mais povoada do país.

Luzon também foi devastada em 2016 pelo supertufão Haima – conhecido localmente como Lawin – com 14.000 casas destruídas e 50.000 danificadas, de acordo com a CNN Philippines.

A Cruz Vermelha informou que colocou equipes no nível de alerta mais alto em toda a ilha, chamando à atenção que forte ventania e chuvas torrenciais poderiam causar danos generalizados a ilhas e áreas costeiras de Luzon.

Fonte e imagem: CNN


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
WAYSU - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - World