Ex-político de Aichi preso na China: prisão perpétua ou pena de morte

Publicado em 12 de setembro de 2018, em Ásia

Acusado de contrabando de droga, ex-vereador de Aichi recebeu sentença máxima na China, mas pode se livrar da pena de morte.

&nbspEx-político de Aichi preso na China: prisão perpétua ou pena de morte
Foto ilustrativa: Pixabay

Na terça-feira (11) um japonês condenado à prisão perpétua ou pena de morte na China completou 75 anos. Essa idade faz diferença para um réu que cumpre pena máxima.

Publicidade

O réu Takuma Sakuragi, então vereador de Inazawa (Aichi), foi flagrado em outubro de 2013 com 3,3kg de estimulantes no aeroporto de Guangzhou, província de Guangdong. A droga estava dentro de uma mala e, apesar de negar dizendo que não sabia dela, o tribunal não perdoou.

Em julho do ano seguinte, 2014, recebeu a sentença: 15 anos ou perpétua ou execução.

No entanto, na China, há uma lei que para o réu condenado à pena máxima não se aplica a pena de morte quando tem idade acima de 75 anos. Portanto, o ex-vereador japonês poderá não ser executado.

No direito penal da China, quando uma pessoa é presa com mais de 50 gramas de droga, o Superior Tribunal aplica a pena de morte.

O advogado do ex-vereador está aguardando por uma decisão da Corte. De acordo com o jornal Chunichi, ele tem visitado o seu cliente com frequência. Disse para a reportagem que Sakuragi se encontra psicologicamente abalado devido à detenção de longo prazo. Desde o começo deste ano, a cada visita o réu não tem disposição para ouvir. Fala unilateralmente.  

Fonte: Chunichi 
Foto: Pixabay 


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
WAYSU - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Empregos no Japão - World