Determinação de menino para ir à escola em frio extremo impressionou a mídia social

Publicado em 13 de janeiro de 2018, em Ásia

Após andar cerca de 1 hora, menino chinês chegou à escola com os cabelos e sobrancelhas congelados. Sua professora registrou o momento.

&nbspDeterminação de menino para ir à escola em frio extremo impressionou a mídia social
Foto do menino quando ele tinha acabado de entrar na sala de aula, com pingentes de gelo cobrindo seus cabelos e sobrancelhas. A imagem foi muito compartilhada na mídia social  (Screengrab/Facebook/ People’s Daily China)

Uma foto de um menino com seus cabelos e sobrancelhas cobertos de gelo após andar até a escola por mais de uma hora em temperaturas congelantes tocou os corações das pessoas na China.

A imagem do menino, Wang Funman, de 8 anos – vestido com uma roupa não muito grossa e com as bochechas vermelhas por causa do frio – estuda na escola primária Zhuanshanbao na área rural de Zhaotong, na província de Yunnan.

O menino tinha acabado de andar 4,5Km de sua casa até a escola quando uma professora tirou a foto, divulgou o site de notícias Theapper.cn.

A imagem mostra Wang de pé na classe com seus colegas sorrindo ao fundo. A imagem foi amplamente compartilhada na mídia social da China.

O diretor da escola disse que o menino anda cerca de uma hora para chegar à escola todos os dias. “As temperaturas pela manhã registraram 9 graus negativos”, disse ele.

Wang é uma “criança deixada para trás”,  termo usado na China para descrever os pequenos de famílias pobres cujos pais trabalham em cidades distantes de suas casas. Ele mora com a avó e sua irmã mais velha e disse que sente muita falta do pai, que não vê há meses.

O menino disse que queima lenha em casa, mas não há equipamento de aquecimento na escola. “É muito frio no caminho até a escola, mas não é difícil”, teria dito Wang.

Wang nunca deixou a vila onde mora e seu sonho é visitar Pequim.

Outras fotos do menino compartilhadas da mídia social também mostram suas mãos ásperas, que ficaram secas e enrugadas. Ele também sofre de queimaduras causadas pelo frio.

O menino disse aos repórteres do Pear Video que além de ir à escola, ele também ajuda sua avó com o trabalho na agricultura, por isso suas mãos estão ásperas. A avó de Wang disse que na maioria das vezes a família consome vegetais porque a carne é muito cara.

Muitos usuários da internet ficaram comovidos com a situação do menino e ofereceram vestimentas de inverno.

Autoridades locais em Yunnan e um fundo de desenvolvimento infantil lançaram um programa para fornecer roupas de inverno a Wang e outras crianças na área.

Fonte: South China Morning Post
Imagem: People's Daily China

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Estude Japonês no Kumon
Fujiarte - Empregos no Japão
WAYSU - Empregos no Japão
UNIP Polo Japão