Testes de mísseis norte-coreanos aumentam preocupações com a segurança de voos

Publicado em 8 de dezembro de 2017, em Ásia

Após tripulações de empresas aéreas terem avistado o míssil norte-coreano lançado na semana passada, as preocupações aumentam sobre a ameaça a voos civis representada pelos testes de Pyongyang.

&nbspTestes de mísseis norte-coreanos aumentam preocupações com a segurança de voos
As tripulações de várias empresas aéreas avistaram o míssil norte-coreano lançado em 29 de novembro (imagem ilustrativa)

O míssil norte-coreano lançado na semana passada foi visto pela tripulação de várias empresas aéreas, informaram autoridades da aviação na quarta-feira (6), aumentando as preocupações em relação à ameaça a voos civis representadas pelos testes não anunciados de Pyongyang.

Pyongyang disparou um ICBM – míssil balístico intercontinental – em 29 de novembro, que alcançou uma altitude de 4.475 quilômetros antes de cair no mar a 950 quilômetros ao leste do local de lançamento, informou a mídia estatal norte-coreana.

Relatos ao controle de tráfego aéreo japonês

“Um avião da Korean Air que voava de Incheon a são Francisco relatou ao controle de tráfego aéreo japonês que sua tripulação havia visto um clarão do que acreditava-se ser um míssil norte-coreano’, disse um porta-voz da empresa aérea à AFP.

Quatro minutos depois, outro avião da Korean Air, em um voo de Los Angeles a Incheon, também relatou o mesmo avistamento ao controle japonês, disse o porta-voz.

Um funcionário do ministério dos transportes sul-coreano disse que os trajetos de voo de ambas as aeronaves estavam a cerca de 220 quilômetros de distância de onde o míssil caiu.

O ministério dos transportes japonês também disse que controles aéreos no país receberam relatos de quatro tais avistamentos.

Uma porta-voz da JAL- Japan Airlines disse que a tripulação do cockpit de uma de suas aeronaves, viajando de Tóquio a Londres, “viu uma chama brilhante caindo” sobre o Mar do Japão.

Os relatos da Coreia do Sul e do Japão ocorrem após a empresa aérea Cathay Pacific ter dito na segunda-feira (4) que a tripulação de uma de suas aeronaves, que partiu de São Francisco com destino a Hong Kong, viu “o que se suspeitava ser a reentrada” de um míssil norte-coreano.

Autoridades sul-coreanas alertaram companhias aéreas sobre um possível teste de míssil

Em outubro, a OACI – Organização da Aviação Civil Internacional das Nações Unidas, condenou os contínuos lançamentos de mísseis não anunciados do Norte, fazendo um apelo para que o país obedecesse aos padrões internacionais de aviação para evitar riscos.

Autoridades sul-coreanas disseram que alertaram empresas aéreas sobre um possível teste de míssil um dia antes do lançamento, com base em relatos da inteligência, disse o oficial do ministério dos transportes.

Fonte: Japan Today, AFP
Imagem: Bank Image

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Clínica Dental ai - atendimento em português
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Empregos no Japão - KOWA
KOWA - Trabalhe com segurança!
UNIP - Faculdade à distância no Japão!