Tufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões

Publicado em 29 de setembro de 2018, em Prevenção

Poderá ocorrer tempestade histórica em outras regiões. Veja os danos em Okinawa e registro em fotos.

&nbspTufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões
Em Naha a árvore foi arrancada pela raiz pela tempestade provocada pelo tufão Trami (Jiji Press)

O tufão Trami se aproximou de Okinawa no sábado (29) causando 17 feridos, até 17h, além de inúmeros danos materiais.

Publicidade

Em Yonohara-cho uma tela que cerca a quadra esportiva caiu à tarde e um depósito pré-fabricado de Nanjo foi parar no asfalto.

&nbspTufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões
Foto: Okinawa Times
&nbspTufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões
Foto: Okinawa Times

Inúmeras árvores de Nanjo, Naha e outras cidades foram arrancadas ou quebradas fechando as vias públicas.  

&nbspTufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões
Foto: Okinawa Times
&nbspTufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões
Foto: Okinawa Times

Na cidade de Tomigusuku, por volta das 15h, a água jorrou vigorosamente pelo bueiro, como se fosse um chafariz.

&nbspTufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões
Foto: Okinawa Times

Em Nanjo, a tempestade com a maré alta provocaram uma ressaca no mar, a qual avançou 250 metros inundando as casas da região. Carros foram tombados pela força das rajadas de vento.

&nbspTufão n.º 24 e os danos em Okinawa: há possibilidade de se repetir em outras regiões
Foto: Okinawa Times

Até as 18h de sábado mais de 190 mil residências e estabelecimentos comerciais amargaram interrupção de energia elétrica em 34 cidades, vilas e vilarejos de Okinawa. Na ilha Amami (Kagoshima) foram 22 mil locais que tiveram apagão.  

Riscos em outras regiões

A Agência de Meteorologia do Japão realizou uma coletiva de imprensa, na tarde de sábado.

O representante reiterou a passagem do tufão, mantendo a potência, de sul a norte do país. Alertou para a tempestade entre a Península de Kii (Wakayama) até a costa leste banhada pelo Oceano Pacífico. Há possibilidade de tempestade histórica nesse trecho. Há possibilidade de ter rajadas de vento consideradas violentas.

Portanto, informou que requer vigilância na Península de Kii, Baía de Ise (Mie), Baía de Mikawa (Aichi) e Baía de Tóquio. Caso resida próximo ao litoral não se aproxime jamais da costa.  

Quase todas as províncias deverão estar sob influência do classificado grande e muito forte tufão Trami. Considera a possibilidade de causar danos piores do que o de número 21.

Pede vigilância rigorosa prestando atenção aos comunicados das autoridades locais. Caso receba instruções para evacuação que o faça rapidamente e em segurança, alertou.

No domingo pela manhã deverá se aproximar de Kyushu. O curso deverá ser em direção a Shikoku e Kinki à tarde e no começo da noite em Tokai. Por volta das 3h de segunda-feira deverá estar sobre Tohoku e depois das 15h espera-se que se afaste de Hokkaido.

Assista ao vídeo do jornal Okinawa Times, com imagens de Naha.

Fontes: Nikkei, JNN, NHK e Okinawa Times 
Fotos: Okinawa Times


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - aprenda japonês de forma prática!