Uma semana da tragédia: 204 mortos e milhares de desabrigados

Publicado em 13 de julho de 2018, em Informações

Ainda há mais de 60 desaparecidas e as buscam continuam. Apesar do calor, vítimas se empenham na restauração da vida em meio ao caos.

&nbspUma semana da tragédia: 204 mortos e milhares de desabrigados

Tudo começou na sexta-feira da semana anterior, na ampla região oeste do Japão. A chuva histórica causou desastres que provocaram vítimas fatais. Até a manhã desta sexta-feira (13) o número de mortes subiu para 204, em 14 províncias.

Policiais e bombeiros usam cães farejadores em diversos locais para tentar encontrar as mais de 60 pessoas desaparecidas.

De acordo com a Agência Nacional de Polícia, Hiroshima foi a província com maior número de vítimas fatais, chegando a 94 pessoas. Em Okayama foram 59, Ehime foram 26, Quioto foram 5 perdas, 3 em Yamaguchi, Kochi e Fukuoka; 2 pessoas em Gifu, Saga, Hyogo e Kagoshima. Em Shiga, Tottori e Miyazaki foi uma pessoa em cada província.  

6 mil pessoas nos abrigos e aumento dos casos de desastres naturais

Segundo a Agência Nacional de Polícia, há mais de 6 mil pessoas desalojadas. Durante o dia, as atividades ficam centradas na arrumação e limpeza da casa e do bairro. À noite vão para o abrigo descansar o corpo.

Algumas, ainda sem estatística levantada, perderam tudo.

O número de desastres relacionados a movimentos de massa aumentou para 619 casos, em 31 províncias. Hiroshima foi a província com maior número de deslizamentos, colapsos de encostas e fluxo de detritos, somando 123 desastres.

Fontes: Sankei e Chunichi 
Fotos: Sankei 

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Estude Japonês no Kumon
Fujiarte - Empregos no Japão
WAYSU - Empregos no Japão
UNIP Polo Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão