Pesquisadores desenvolvem método indolor para detectar câncer de mama

Publicado em 16 de maio de 2018, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

O novo método é indolor e capaz de detectar tumores claramente. Ele também é livre de exposição à radiação.

&nbspPesquisadores desenvolvem método indolor para detectar câncer de mama
O novo método fornece claras imagens tridimensionais sem causar dor nas pacientes, ao contrário de mamografias (imagem ilustrativa/banco de imagens)

Um grupo liderado pela Universidade de Kobe, na província de Hyogo, desenvolveu um novo método de inspeção de imagem para detectar câncer de mama com alta precisão ao usar um transmissor que envia baixos sinais de rádio quando colocado sobre a mama.

Publicidade

O novo método fornece claras imagens tridimensionais sem causar dor nas pacientes, ao contrário de mamografias que atualmente são usadas para verificação de câncer de mama, de acordo com o grupo.

Em uma tentativa de disseminar a nova técnica em detecção, o grupo tem a intenção de iniciar testes clínicos no ano fiscal de 2019.

Kenjiro Kimura, professor da Universidade de Kobe, especialista em metrologia, além de outros pesquisadores, olharam para o fato de que os seios são em grande parte formados por gordura, com ondas de rádio desviando de tecidos corporais, mas penetrando nela.

O grupo estabilizou o método de criar de forma instantânea uma imagem estereoscópica de tumores cancerígenos ao transmitir ondas de rádio a uma mama e analisar as ondas que foram desviadas fora dos tumores.

Em mamografias, as pacientes normalmente sentem dor porque suas mamas são comprimidas entre placas. Além disso, no caso de uma mulher com denso tecido mamário, a imagem total fica esbranquiçada, o que dificulta detectar áreas anormais, as quais também aparecem brancas.

O novo método é sem dor e capaz de detectar tumores claramente. Ele também é livre de exposição à radiação, e a energia da onda de rádio não e mais de 0.1% daquelas transmitidas de telefones móveis.

O grupo investigou a precisão do novo método ao testá-lo em 200 pessoas, incluindo pacientes com câncer e com denso tecido mamário.

Os resultados se igualaram a mais de 90% dos resultados de outros tipos de exames como mamografias, ultrassonografias e biópsias. O grupo foi capaz de detectar cânceres no estágio inicial, o que é difícil fazer usando métodos padrão.

“Espero comercializar esse método através de equipamento médico até o ano 2021com a cooperação de grandes fabricantes”, disse Kimura.

“Pacientes com denso tecido mamário contam por cerca de 80% de todas as mulheres, então, é importante desenvolver um método de exame para substituir a mamografia. O método pode ser aplicado a outros usos médicos como examinar a eficácia de tratamentos com medicamentos”, disse Mitsuhiro Tozaki, líder do departamento de radiologia do Centro de Câncer do Hospital Sagara em Kagoshima.

Fonte: Yomiuri
Imagem: Banco de imagens


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Kumon - aprenda japonês de forma prática!