Governo pede às pessoas que tomem cuidados extras em relação ao norovírus

Publicado em 31 de dezembro de 2016, em Saúde, Bem-Estar e Cotidiano

Casos de gastroenterite causadas pelo norovírus e outros agentes patogênicos estão desenfreados.

&nbspGoverno pede às pessoas que tomem cuidados extras em relação ao norovírus

Casos de gastroenterite causadas pelo norovírus e outros agentes patogênicos estão desenfreados.

O Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (NIID) anunciou na semana passada que o número médio de pacientes por instituição médica no país excedeu o “nível de alerta” de 20.

Esse nível é o segundo maior desde 1999, quando o atual método de agrupamento foi introduzido. O maior foi durante uma grande epidemia em 2006.

Como acredita-se que vírus com mutações genéticas estejam por trás da disseminação das infecções, o governo pede às pessoas que tenham cuidados extras em relação à prevenção.

Confira aqui, Sintomas do Norovírus, Medidas Preventivas e Tratamento.

Estirpes mutantes

“Vírus mutantes também se espalharam durante a grande epidemia há 10 anos”, disse Hirokazu Kimura, líder da Divisão 6 do Centro de Vigilância de Doenças Infecciosas do NIID, explicando que condições similares estão ocorrendo nesta temporada.

Estirpes de norovírus mutantes vêm sendo encontradas na províncias de Ibaraki e Kanagawa nesta temporada, de acordo com o NIID.

As estirpes mutantes não afetam somente as pessoas vulneráveis como crianças e idosos, mas também podem atingir adultos que têm imunidade de infecções passadas.

No dia 21 de dezembro, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar emitiu um comunicado aos municípios em todo o país, pedindo que medidas preventivas fossem realizadas.

Intoxicação alimentar em massa causada por norovírus ocorreu em várias áreas

Quarenta e nove pessoas que participaram de uma festa no dia 11 de dezembro no restaurante de luxo Bulgari Il Ristorante Luca Fantin em Ginza, Tóquio, apresentaram sintomas como diarreia e vômito.

De acordo com o ministério, o norovírus foi a causa em 40% dos cerca de 1.200 incidentes de intoxicação alimentar que ocorreram em 2015. Por número de pacientes, o norovírus foi responsável por 65% do total.

Infecções em massa estão aumentando em instituições para idosos, creches e outros locais similares. Em alguns dos casos, acredita-se que as infecções se espalharam através de fezes contaminadas com o norovírus quando as fraldas foram trocadas.

Norovírus encontrado em ostras

O norovírus foi detectado em ostras em Miyagi no dia 19 de dezembro. Pela primeira vez desde 1997, quando os testes começaram a ser realizados, os envios desse fruto do mar foram interrompidos de todas as 11 áreas marítimas da província.

&nbspGoverno pede às pessoas que tomem cuidados extras em relação ao norovírus
Ostras que serão consumidas cruas prontas para envio após apresentarem resultado negativo para o norovírus, em Miyagi (Reprodução/Yomiuri)

“A presença do norovírus em ostras é originária de excrementos humanos”, disse Daisuke Sano, professor associado de engenharia ambiental e sanitária da Universidade de Hokkaido.

O norovírus nas fezes humanas e outros resíduos não é completamente eliminado em estações de tratamento de águas residuais, então acredita-se que os vírus que são despejados nos rios e oceanos se acumulam nas ostras.

De acordo com o ministério da saúde, aquecer a parte central de uma ostra a uma temperatura de 85 a 90 graus por pelo menos 90 segundos deixa o norovírus inativo.

Fonte: Yomiuri
Imagem: Yomiuri, ANN

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Mugen Homes - Construindo Sonhos
Clínica Dental ai - atendimento em português
Baladas no Japão
Globo Internacional, mais acessível no Japão