Número de mortos em onda de calor no Japão sobe para mais de 30

Publicado em 20 de julho de 2018, em Sociedade

O número de mortos aumentou e a população deve se preparar para mais calor intenso nos próximos dias.

&nbspNúmero de mortos em onda de calor no Japão sobe para mais de 30
A Agência de Meteorologia do Japão alertou que temperaturas extremamente altas continuarão e pede à população que se hidrate de forma adequada e procure ficar em ambientes com ar-condicionado

Mais dez pessoas morreram na quinta-feira (19) em decorrência da onda de calor que continua cobrindo o Japão.

Publicidade

O número de mortos aumentou para mais de 30 desde 9 de julho e a população deve se preparar para mais calor intenso nos próximos dias, divulgou a Kyodo.

Por causa da temperatura extrema – que chegou a 40,7ºC na área central do Japão na quarta-feira (18) – mais de 10.000 mais pessoas foram encaminhadas a hospitais, de acordo com um cálculo da Kyodo News. As dez fatalidades foram em sete províncias.

Na quinta-feira (19), os termômetros continuaram com temperaturas de mais de 35ºC em muitas áreas do Japão, sendo que Quioto registrou 39,8ºC.

Mortes

Dentre as pessoas que morreram estava uma mulher de 80 anos que trabalhava em uma fazenda em Sado (Niigata) e outra, de 90 anos, em um campo na cidade de Yabu (Hyogo).

Um homem de cerca de 80 anos, que estava aparando um arrozal em Soja (Okayama), também morreu.

Milhares de chamadas de emergência 

Somente em Tóquio, as equipes de resgate responderam a mais de 3.000 chamadas de emergência na quarta-feira (18), um recorde para um único dia, mostraram dados preliminares do Departamento de Incêndio da capital.

Um total de 317 pessoas com idades entre 1 a 105 anos, foram encaminhadas a hospitais em Tóquio na quarta-feira.

Atividades escolares e o calor intenso

Muitos estudantes que participavam de atividades escolares em várias áreas do país também foram encaminhados a hospitais, mas a condição de saúde de nenhum era grave.

Em Shimonoseki (Yamaguchi), vários estudantes do colegial se queixaram de sintomas de insolação ou exaustão por calor, e oito foram levados ao hospital.

Os oito participavam de eventos esportivos no pátio da escola ou no ginásio quando os termômetros marcavam 34,5ºC na cidade.

O Ministério da Educação instruiu conselhos educacionais locais e universidades a tomarem medidas minuciosas para prevenir a insolação.

O ministério fez isso após um menino de seis anos, estudante do primário na província de Aichi, ter morrido na terça-feira (17) após uma atividade fora da escola.

Vítimas do desastre das chuvas torrenciais

O calor intenso também dificulta a vida das vítimas do desastre e equipes de resgate em áreas devastadas pelas chuvas torrenciais que causaram inundações e deslizamentos no oeste do Japão no início deste mês.

Nas províncias de Okayama, Hiroshima e Ehime, as três províncias mais afetadas, 145 pessoas foram levadas a hospitais na quinta-feira com sintomas de insolação.

A AMJ- Agência de Meteorologia do Japão alertou que temperaturas extremamente altas continuarão e pediu à população que tome precauções como beber bastante água e controlar as temperaturas em ambientes internos.

Veja mais em:

Insolação e hipertermia: sintomas e como evitar

Fonte: Kyodo
Imagem: Banco de imagens


Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Produtos Brasileiros no Japão
Produtos Brasileiros no Japão - Mugen Foods
Empregos no Japão - Konishi Sangyo
Empregos no Japão - Team Altas
Fujiarte - Empregos no Japão
FUJIARTE - Empregos no Japão
Apartamentos para alugar no Japão
Apartamentos para alugar no Japão