Terminou a greve de fome dos estrangeiros detidos na imigração

Publicado em 26 de maio de 2017, em Sociedade

Estrangeiros detidos na imigração encerraram a greve de fome. Saiba mais.

&nbspTerminou a greve de fome dos estrangeiros detidos na imigração
Imagem ilustrativa

Os estrangeiros que estavam em greve de fome há duas semanas, reivindicando melhoria das condições nos centros de detenção de imigrantes no Japão, terminaram o protesto com a esperança de que traria um tratamento melhor, mas um funcionário disse na quinta-feira que não haveria mudança nas medidas políticas.

Ativistas e detentos dizem que as condições precárias nos centros de detenção de imigração do Japão levaram a sérios problemas de saúde mental e até a morte de detentos. Desde 2006, 13 pessoas morreram, a mais recente em março.

Cerca de 20 detentos do Escritório Regional de Imigração de Tóquio fizeram greve de fome no dia 9 de maio em protesto a suas repetidas detenções, as quais abordaram como tratamento desumano.

No auge da greve, cerca de 100 detidos, incluindo requerentes de asilo e alguns presos em uma instalação de imigração em Nagoya, estavam em greve de fome. Contudo, o último dos grevistas começou a comer esta semana porque eles tinham atingido seus limites físicos e queriam ver se as autoridades iriam responder positivamente após seu protesto, que ganhou cobertura da mídia.

Os detidos do centro de imigração de Tóquio encerraram sua greve de fome à medida que suas condições mentais, físicas e de saúde se agravaram“, disse Mitsuru Miyasako, chefe do grupo de ativistas da Associação de Liberação Provisória, em entrevista coletiva.

Shigeki Otsuki, funcionário do Ministério da Justiça que supervisiona a detenção de imigrantes, confirmou que a greve de fome havia terminado e disse que as autoridades já estavam fazendo o possível para melhorar as condições.

Vamos continuar a responder adequadamente como fizemos no passado, não mudaremos nada em particular“, disse Otsuki à Reuters.

Quatro grevistas de fome foram hospitalizados durante o protesto, um dos quais engoliu uma lâmina de barbear, mas recebeu tratamento, disse um legislador informado por autoridades de imigração. Os quatro estão de volta à prisão.

Um preso, durante uma entrevista cedida a Reuters em uma divisão de segurança do centro de Tóquio, disse que pode haver mais protestos.

“Se não houver mudanças, poderemos fazê-lo novamente”, disse o detido, que se recusou a ser identificado.

Fonte: Japan Today

Deixe seu comentário nesta página!

Neste Artigo:

Outras Notícias

.
Passagens Aereas para o Brasil
Casa Própria no Japão
Mudanças para o Brasil
Produtos Brasileiros no Japão
Mugen Homes - Construindo Sonhos
Clínica Dental ai - atendimento em português
Baladas no Japão
UNIP - Ensino à distância no Japão